Página 1 de 1

Re: Dica de livro excelente pras mulheres!!

MensagemEnviado: 09 Feb 2017, 15:00
por Jimmy Stewart
Olha, a medicina convencional tá uma merda, um lixo, profissionais frios, desatenciosos, charlatões e picaretas, gente que não sabe diagnosticar ou não se importa em examinar direito ou não pede exame, negligência, máfias de acordo com farmácia, máfia de hospitais, máfias das protezes, carniceiros que inventam que são cirurgiões plásticos, e uma ciência que há 20 anos praticamente não tem nada que seja muito melhor, tudo velharia.
É um chiqueiro repugnante. :evil:
Sem falar que não vê o bem estar do paciente, não vêm a qualidade de vida, alimentação, exercícios, o psique, mas só tacam comprimido.

Mas isso não quer dizer que um naturopata vá ajudar muito mais.
AAG não tem erva nem dieta que faça grande coisa. Não substitui o tratamento clínico padrão.

Claro que se vcs fizerem o tratamento clínico,e associado a isso melhorarem a qualidade de vida, colcoar uma dieta rica, nutritiva e saudável, fazer exercícios na medida certa, dormir bem e terem uma psique sem estresse e sem neura, vai ajudar o corpo e a mente como um todo. Pode reduzir a inflamação, reduzir o cortisol (hormônio do estresse que faz mal).

O problema da medicina alternativa é que muitas vezes eles vem com esse papo humanista, atacando a merda da medicina padrão, mas muitas vezes são outros charlatões também querendo arrancar dinheiro, só que com um belo sorriso e de forma simpática.
. Não sei se é esse o caso dessa médica aí.

Cuidado pessoal. Não é porque muitos médicos padrões tem cara de lobo, e nem escondem, que os outros da medicina alternativa deixam de ser lobos vestidos de cordeiro.

Pra mim particularmente, medicina, ir ao médico ou hospital, medicina padrão ou medicina alternativa, é como subir uo morro e visitar uma favela do Rio de Janeiro, onde tem uma porrada de bandidos misturados a população.

Lembrem que medicina alternativa tem esse nome porque não é comprovada. pois se fosse comprovada seria chamada de medicina. No Brasil tem exceção, onde o charlatanismo chamado homeopatia é dito como medicina oficial, embora não tenha comprovação que funcione mas sim comprovação de que não funciona.

Re: Dica de livro excelente pras mulheres!!

MensagemEnviado: 09 Feb 2017, 15:31
por Jimmy Stewart
Ferzinha: >Vou colocar algumas coisas que achei importante do livro aqui:

Jimmy: Vou comentar cada uma, ok ?

>1) Primeiro de tudo, ela abomina os anticoncepcionais Segundo ela, eles desregulam nosso ciclo, nosso corpo desaprende a fazer o estrógeno e progesterona, desregula a flora intestinal, inflama o corpo, destrói nossa circulação, etc, etc... além da possibilidade de causar depressão (tem vários relatos na internet). Ela fiz tbm que esses hormônios exógenos não fazem o encaixe chave-fechadura que os nossos hormônios fariam, "estragando" esse encaixe. Ela explicou tbm que muitas das progesteronas têm ação androgênica, miniaturizando os fios (lá no site ela descreve quais). Eu usei o Evra adesivo por uns 10 anos antes de mudar pro Diane 35. Essa Evra tem efeito androgênico, e segundo ela, pode ter causado minha queda de cabelo. É estranho ouvir isso, pois todas as médicas até hoje me disseram que as pílulas em geral eram um tratamento pra queda de cabelo (umas mais, umas menos), mas nunca que poderiam ser a causa.

Que anticoncepcional tem uma porrada de colaterais é fato. Se inflamanão sei, talvez sim talvez não, dependendo de como mudar o quadro hormonal da mulher.
Anticoncepcional não miniaturiza os fios, do contrário não seria usado pra tratar AAG.
Mas ele é suspeito de poder fazer o gene da AAG ser ativado mais cedo na mulher, ou seja, de disparar o gatilho que desperta a AAG.Despertar o gene da AAG é bem diferente de acelerar a miniaturização depois que a AAG já "foi ativada".


>2) Ela explica uma coisa que todos sabem: stress agrava a queda de cabelo em até 70%. Lá ela explica toda a biologia de como ocorre, o que não vem ao caso.

Sim, estresse aumenta o hormônmio cortisol e pode assim aumentar a queda de cabelo. Mas há dezenas de outras coisas que podem aumentar a queda capilar também.

>3) Ela sugere pararmos o uso da pílula, e já adianta que de 3 a 6 meses vamos perder cabelo, vamos ter espinhas, cólicas, TPM, etc, mas que após esses 6 meses começamos a regular nosso ciclo, e a tendência é ir diminuindo esses colaterais. Ela diz que noss cabelo AMA estrógeno e progesterona - O NOSSO, e não o sintético. Ela explica como e o dia certo para fazermos os exames de cada hormônio, entendermos o que está baixo e alto e o porquê, como funciona nosso ciclo, tudo que pode acontecer de errado (pouca menstruação, muita menstruação, cólia, cistos, espinhas, queda de cabelo, etc etc), e como corrigir de forma natural! Gente, é excelente!!!!!! Eu parei meu anticoncepcional faz uma semana, e to seguindo fielmente tudo que ela diz, tudo que ela sugere para comer, tudo que ela sugere para evitarmos, tudo que ela sugere que suplementemos, etc... Nessa uma semana desinchei, to com o humor bem melhor, não apareceram espinhas, e o cabelo... é, tá caindo um pouco mais =/ mas isso eu já estava ciente de que ia acontecer.

Olha, mudar a dieta, hábitos, dormir bem ajuda muita gente a eliminar a necessidade de certos remédios. E é fato que as vezes as pessoas vão somando remédios devido ao mal causado por outros remédios que já tomavam, criando um sequência de medicações que somadas trazem muitos colaterais e afetam a qualidade de vida.
Certas dores de cabeça ficam piores após muito tempo somando ou mudando de medicações mais e mais fortes, pois o cérebro acostuma com uma, depois com outra... Ao cortar algumas pessoas, após um período de transição e de sentir falta da medicação, notam melhoras. Outras não. Não dá pra generalizar.
Eu teria cuidado com esses médicos naturalistas que já chegam se achando donos da verdade suprema e generalizando demais as questões. Cada paciente é um caso e não se pode querer passar um roteiro a todos simplesmente escrevendo um livro como fosse o salvador da pátria (corpo). Tem gente que melhora simplesmente porque cortou algum alimento o qual tinha intolerência ou alergia, coisa que a medicina convencional não costuma checar e nem se impoirta muitas vezes

Remédios sintéticos quase nunca são bio idênticos e podem não ter o mesmo efeito. Mas acho que ela exagera ao falar que pode acelerar a miniaturização ou dizer que muda a fechadura (receptor androgenético).


>4) Ela diz que antes de tudo, devemos fazer todos os exames e ver se não temos problema de tireóide, que causa muita queda de cabelo.

Sim, exame de tiroide é muito importante.
De ferrtina e de outros hormônios também. Na verdade há uma grande lista que seria o ideal de fazer.


>5) Ela sugere fortemente pra que a gente diminua, ou até corte, o glúten, leite (por causa da caseína A1, e não por causa da lactose), alcool, açúcares e óleos vegetais processados.

Vai ajudar mais quem tem intolerância a lactose, alergia a caseína A1, ou quem tem doença celíaca, mas fora isso duvido. Açucar é bom evitar o refinado e os excesso. Mas saiba que tem gente que corta isso tudo e não vê melhora alguma no cabelo.
Desconfie de médicas que generalizam. Lembre, ela quer vender o livro, quanto mais vender mais lucra, e pra vender tem que impressionar o leitor, que comenta com amigos e amigas depois caso fique impressionado, que nem vc está comentando agora, após se impressionar com alegações e promessas dela.
Entendeu?


>6) Ela explica que um intestino não saudável faz a reabsorção do estrógeno já eliminado, o que intoxica o corpo com mais estrógeno. Então, ela diz pra usarmos probióticos no caso do intestino ser desregulado.

Dessa de reabsorver nunca ouvi falar. Mas mesmo que exista isso, é em quantidade relevante? Há muito falatório hoje sobre detalhes, se apegando coisas por vezes minúsculas, sem relevância no fim das contas, e sendo colocadas como se fossem grandes barreias, só pra tentar montar argumento em prol ou contra algo num debate ou com intuito de promover algo ou atacar algo. Os antinutrientes por exemplo, estão em todos alimentos, podem reduzir a absorção de algumas coisas, mas esses alimentos que eles estão são juitas vezes, maioria, muito nutritivos e importantes.
Probióticos ajudam na saúde do intestino, e hoje se sabe que o intestino tem um papel maior do que se pensava, até influenciando a nível neurológico. Comer fibras e evitar processados ajuda na saúde do intestino. Mas não se pode dizer que um intestino saudável vá deixar o cabelo bom.


>7) Ela diz que os nutrientes essenciais que devemos medir são: Magnésio, Ferro, Zinco, Selênio, Vitamina D, B6, Iodo. Se não der pra medir, pq uns são difíceis, ela explica como suplementar (inclusive com doses). Não vou colocar aqui no fórum pq acho que não pode, mas leiam lá no livro que tem tudo explicadinho. Ela frisa muito o magnésio, que é o mais essencial de todos (dêem uma lida na internet deficiência de magnésio e queda de cabelo/calvíce).

Faltou o cobre.
Magnésio ajuda o cérebro, ajuda a evitar depressão por falta dele. Mas não faz grande efeito no cabelo.


>8) Ela sugere até um cardápio bem legal e completo.


Palavra de médico hoje pra mim é a princípio palavra de suspeito. Pesquisador é outro nível, que ainda dá pra confiar um pouco.
Mas palavra de escritor/escritora de medicina alternativa... acho suspeita também. Eles querem vender livro.
Tá cheio de escritor de auto ajuda, falando sobre se desapegar aos bens materiais, mas eles mesmos querendo é lucrar com o livro.

Lembre de uma coisa.

Médicos em geral se matam (suicídio) umas 4x mais que a média da sociedade comum. Entre os psiquiatras chaga a 6x mais que a média da sociedade.
O consumo de drogas ilícitas entre eles é maior que na média da sociedade também. Alcoolismo também é maior. E o vício em tarjas pretas como as anfetaminas, é maior entre eles também.
Características de personalidades do tipo orgulhosas e ambiciosas são mais frequentes entre os médicos.

Não são lá exemplos em geral.